top of page
  • jessicafp0905

IC: Esteira para Uso em Pesquisas com Roedores

Atualizado: 13 de dez. de 2022

Título Completo: Análise de Requisitos e Projeto de Adaptação de uma Esteira para Uso em Estudos com Roedores na Área da Saúde

Orientado: Eliseu Elias

Categoria: Saúde, Esporte e Ciência

Data de Conclusão: 2022

Link: Relatório Final


O trabalho de Iniciação Científica foi realizado pelo aluno Eliseu Elias e gerou uma publicação denominada Análise de Requisitos e Projeto de Adaptação de uma Esteira para Uso em Estudos com Roedores na Área da Saúde. Nele, o autor descreveu o projeto inicial de uma esteira ergométrica para camundongos, que poderá ser utilizada em pesquisas na área da saúde.


Figura 1 - Esteira adaptada para camundongos.


Sabe-se que a prática de exercícios físicos ajuda a combater ou a prevenir a obesidade e outras doenças, como diabetes e hipertensão. Para comprovar esse cenário, muitas vezes, são realizados estudos utilizando ratos ou outros roedores como cobaias, o que contribui para entender como seriam os resultados em seres humanos.


No trabalho são citados alguns estudos que comprovam os benefícios da prática de exercícios físicos, inclusive, na prevenção do câncer. Alguns dos estudos levantados utilizaram camundongos em esteiras, e, pensando nisso, o autor propôs a adaptação de uma esteira ergométrica para ser utilizada com roedores de pequeno porte, como ratos e camundongos, visto que, as esteira específicas para isso possuem alto preço de valor de mercado.


Figura 2: Esteira do IFSC/UDESC


A esteira adaptada foi baseada em alguns modelos comerciais. Esses modelos possuem baias individuais para os animais, controle de velocidade e a possibilidade de regular a inclinação.

Uma esteira ergométrica comum foi desmontada para retirar peças que não foram utilizadas. Depois, adicionou-se baias de MDF, para estabelecer o espaço onde ficará cada roedor, uma inclinação regulável e um painel de controle.

As baias foram fabricadas utilizando MDF de 6mm e o nivelamento foi feito através de pequenos blocos de madeira. Um exemplo do projeto das baias e da placa de controle é mostrado nas Figuras 3 e 4, e o resultado final da esteira é mostrado na Figura 1.


Figura 3: Projeto no Autocad da chapa 1 (Suporte Lateral Esquerdo Externo)

e das divisórias transversais.


Figura 4: Peças com seus respectivos encaixes para a montagem

da caixa que comportará a placa


O resultado do trabalho poderá servir de ideia para outros pesquisadores e, a princípio, o projeto atende a testes simples com roedores em ambientes não controlados. Por isso, adaptações futuras serão realizadas para que a esteira não ofereça riscos de contaminação. A validação dos dados e o comportamento prático com os roedores também serão feitos futuramente, com a continuação do projeto.

Em breve colocaremos o link do trabalho apresentado no XX CEEL na UFU.


7 visualizações
bottom of page